Grampo Canoa é uma revista grampeada. Quando um número esgota, disponibilizamos gratuitamente nesta página todo o conteúdo da revista em pdf para download. "Grampo canoa" é o nome que se dá a um caderno que tem acabamento com dois ou mais grampos reunindo algumas folhas dobradas. Neste caso, o acabamento é a etapa final do processo em que, depois da impressão, as folhas são ordenadas, dobradas e encaixadas no também dobrado papel de capa. Só então é que se colocam os grampos. Como dizem os manuais de arte gráfica, o grampo canoa é um acabamento mais rápido e prático que os outros. 

Grampo Canoa #4

72 p. | ISSN 2447-1364 | 14x21cm | jan 2018

Tiago Rodrigues, Mercedes Gómes de la Cruz e Taryn Simon; poemas de Lu Menezes, Alberto Martins, Ana Amália Alves e Jayme Loureiro; uma proposta de coleção de Paulo Henriques Britto, uma receita de Bruna Beber; depoimentos de Flávia Péret e Tarso de Melo; uma resenha inédita em livro de Ana Cristina Cesar e duas cartas de Rafael Zacca para Leila Danziguer.

Grampo Canoa #3

68 p. | ISSN 2447-1364 | 14x21cm | dez 2016

Patricia Lockwood, Leonard Cohen, Ben Lerner, Lyn Hejinian e César Vallejo; "Mini-dicionário autobiográfico da elegia", de Emmanuel Hocquard; poemas de Andréa Catrópa, Julia de Souza, Estela Rosa, Beatriz Berredo e Reuben da Rocha; depoimentos, leituras e diários de Leonardo Villa-Forte, Ricardo Domeneck, Rodolfo Caesar e Mauricio Salles Vasconcelos; diagramas de João Krefer; e resenha de Quase todas as noites, de Simone Brantes, por Alberto Pucheu.

Grampo Canoa #2

68 p. | ISSN 2447-1364 | 14x21cm | abr 2016 | ESGOTADO

"Experiências", de Bernadette Mayer; poemas de Luiza Franco Moreira, Zéfere, Rafael Viegas, Ronaldo Bressane, Ezequiel Zaidenwerg, Gustavo Scudeller; leituras de Lu Menezes, Marcelo Moreschi e Augusto Massi; 2 crônicas de Murilo Mendes; texto de Kenneth Goldsmith; resenha de Nenhum nome onde morar, por Eduardo Jorge.

Grampo Canoa #1

60 p. | ISSN 2447-1364 | 14x21cm | out 2015 | ESGOTADO

 

Entrevista com Inês Oseki-Dépré;  Zuca Sardan para colorir; poemas de Jaime Gil de Biedma, Sérgio Medeiros e Francesca Angiolillo;  "Teoria e prática do pós-modernismo", de David Antin; "Numa estação de metrô", de Chris Marker; "Drummond ready-made", de Bruno Brum; Resenha de Nominata Morfina, por Danilo Bueno.

Please reload