Show dos horrores


Há quase um ano, no dia 17 de abril de 2016, o país protagonizou e assistiu a um show de horrores: a Sessão 091 da Câmara de deputados, momento crucial do processo de Impeachment. Entre os votos de “sim” e de “não”, os políticos presentes invocaram filhos, mães, deus e uma ideia de país herdada das capitanias hereditárias. E sem nenhuma vergonha; tanto que disseram o que disseram sabendo que faziam parte de um espetáculo. A Câmara dos deputados, como de costume, taquigrafou tudo. Será que esse material documental poderia ser usado num livro? Como aproveitar essa massa de texto para tentar ver de outro modo o que aconteceu naquela tarde grotesca?