top of page
esta historia hocquard.jpeg
Esta história é a minha — minidicionário autobiográfico...

Emmanuel Hocquard

seleção e trad. Marília Garcia

 

Cinco textos compõem esta antologia: dois mais ensaísticos, “Esta história é a minha — Minidicionário autobiográfico da elegia” e “Minha vida privada”; dois poemas longos, “Dois andares com terraço e vista para o estreito” e “Ode não triunfal a Vila Nova de Foz Côa”, e um último poema, “Eu não sei se Fernando Pessoa realmente existiu”, que, ao ler a obra do poeta português, sintetiza
a poética apresentada nos outros textos pelo viés do literal. O tom que buscava ao escrever seus poemas, disse Emmanuel Hocquard, era sem ênfase poética, seco como uma torrada sem manteiga. É o que podemos ler nesse volume.

Por meio de um trabalho reflexivo e provocador, o poeta inventou modos de refazer e renovar as formas da tradição lírica, seguindo caminhos próprios. A própria elegia em suas mãos ganhou contornos particulares com esse texto que é uma espécie de arte poética em formato de verbetes. A 'elegia clássica', diz ele, busca os restos do passado para lamentar a perda. Já a elegia que ele chama de 'inversa' busca refazer este passado por escrito, para poder ver nele outra coisa, algo inédito, no presente, e projetado para frente.

 

Compre em nossa loja virtual 

bottom of page